terça-feira, 29 de novembro de 2016

Ação Social - Doadores do Livro TDAH Crianças que Desafiam



Quer participar? Você se torna um colaborador e pode dispor do espaço para divulgação do seu trabalho (banner) pelo valor mensal de um livro que será revertido para a Ação Social. Quem quiser participar, só entrar em contato. (por aqui mesmo, no face, marisejalowitzki@gmail.com)





Marise Jalowitzki

Há dois anos, sistemicamente, tenho por prática social brindar pessoas e-ou instituições sociais com um exemplar do Livro TDAH Crianças que Desafiam. Pessoas e-ou organizações que tem parcas condições financeiras (ou que estão com problemas financeiros temporários) e querem-precisam usufruir dos conhecimentos, informações e esclarecimentos contidos no referido Livro.

Algumas mães adquiriram exemplares para levar para a professora, para a psicóloga, para a psicopedagoga, para a mãe-avó. Alguns professores adquiriram exemplares para saber trabalhar ainda mais aprimoradamente em sala de aula (incluindo as Salas de Recursos). Alguns psicólogos adquiriram exemplares para dar a mães e pais de pacientes seus, a fim de proporcionar maior entendimento do que significa receber um diagnóstico e viver com o rótulo em um mundão como o nosso, que adora estigmatizar e julgar, sectarizar e excluir.

Pois agora, para reforçar ainda mais esta prática, também há uma Ação Social institucionalizada: no Blog www.tdahcriancasquedesafiam.blogspot.com.br há um banner-tipo-comercial na barra lateral direita, onde o especialista - adepto à não medicalização em crianças - deixa informações (tipo publicidade) de seu trabalho e, mensalmente, colabora com o valor de quase um exemplar do Livro TDAH Crianças que Desafiam, que reverte nisso mesmo: mais uma pessoa ou entidade recebe um Livro. Mensalmente este especialista recebe, inbox, o nome da pessoa-instituição que recebeu o exemplar (prestação de contas), nome que será mantido em total sigilo entre as partes, pois não é nosso objetivo esta divulgação de quem recebeu e, sim, fazer chegar a obra ao maior número de pessoas que realmente se interessam em conhecer e aplicar seu conteúdo.

Quero dar uma especial oferta de GRATIDÃO ao EDSON DAMIÃO, psicopedagogo, arteterapeuta e terapeuta floral do Rio de Janeiro, que já antecipou alguns meses, proporcionando presentes bem legais a algumas famílias.

Quem quiser participar, só entrar em contato.

Repito sempre que este livro não é "apenas" mais um livro e, sim, depoimentos de Vida, muita Vida, fatos ocultados pela "grande midia", uma coletânea de informações, fruto de pesquisas de autores diversos, especialistas em Saúde criteriosos e compromissados em frear este aumento assustador no uso de psicotrópicos, especialmente em crianças. Assim, quando disserem: "Ela não é médica, ela é educadora!", perfeito! Este não é um livro com meras transcrições de publicações científicas (muitas vezes encomendadas pela indústria farmacêutica e, portanto, com resultados previsíveis, bem de acordo com o que quer o contratante...)
O Livro está recheadinho das experiencias, afirmações e estudos de pais e mães e dos especialistas. Eu sou especialista em Desenvolvimento Humano e analiso, avalio, olho os efeitos no entorno, do entorno. E publico.
Também há vários depoimentos de pais que, inclusive perderam seus filhos, por desconhecerem os efeitos colaterais, os potenciais riscos do uso destes psicotrópicos em crianças, corpinhos em desenvolvimento.
Assim, muita coisa que é escondida em nosso país, está ali. Há alguns poucos livros igualmente denunciativos (como a obra da pediatra da Unicamp Maria Aparecida Moysés) mas, na "grande midia", quase nada ou nada consta como alerta!!
Que venha mas e mais Luz, pois o Conhecimento liberta!
Abraços e Felicidades a todos!
 Marise Jalowitzki é educadora, escritora, blogueira e colunista. Palestrante Internacional, certificada pelo IFTDO - Institute of Federations of Training and Development, com sede na Virginia-USA. Especialista em Gestão de Recursos Humanos pela Fundação Getúlio Vargas. Criou e coordenou cursos de Formação de Facilitadores - níveis fundamental e master. Coordenou oficinas em congressos, eventos de desenvolvimento humano em instituições nacionais e internacionais, escolas, empresas, grupos de apoio, instituições hospitalares e religiosas por mais de duas décadas Autora de diversos livros, todos voltados ao desenvolvimento humano saudável. marisejalowitzki@gmail.com 
blogs:
www.compromissoconsciente.blogspot.com.br


LIVRO TDAH CRIANÇAS QUE DESAFIAM
Informações, esclarecimentos, denúncias, relatos e dicas práticas de como lidar 
Déficit de Atenção e Hiperatividade

quarta-feira, 9 de novembro de 2016

Florais de Bach - Dicas e Lembretes

Florais de Bach Originais - site oficial do Bach Centre no Brasil - monas.com.br 


Por Marise Jalowitzki
09.novembro.2016
http://marisejalowitzki.blogspot.com.br/2016/11/florais-de-bach-dicas-e-lembretes.html

Uma mãe pergunta:
"Bom dia!
Fiz uma receita de floral com uma terapeuta, mas não estou encontrando famarcia que faça a formula em apenas um frasco, eles alegam que tem muitas essencias (de 13 a 15) Vocês conhecem alguma farmacia confiavel? São Paulo - Capital"

Querida, é que são muitas essencias juntas, mesmo. Esta terapeuta deve ter se embaralhado um pouco. Importante ver isto. O recomendado pelo Bach Centre é que sejam, em media, até 5, máximo 6 essencias florais em um mesmo composto, para que a quantidade da tintura-mãe possa efetivamente fazer efeito em tempo razoável.
Assim, é importante separar por blocos de atuação. Por exemplo: se o mais notório no comportamento é a agressividade e a impulsividade, mas a ansiedade e o nervosismo chegam juntos, cabe mais, primeiro tratar a ansiedade, a agitação, o nervosismo para, depois, inserir os demais. Muitas vezes, alguns outros comportamentos já se equilibram só por ir ao cerne da questão, que pode ser o medo, a indignação, a vontade de fugir. da situação que chateia/amedronta..
O ideal, para esta quantidade de essencias, que sejam 3 compostos. Aí, só conversar com a terapeuta para ver qual "bloco de atuação" vai ser tratado antes.
Beijos e Felicidades!

Mais sobre o tema:

TDAH (Transtorno de Déficit de Atenção com -ou sem-
Hiperatividade), TDO (Transtorno Desafiador Opositivo),
 TOC (Transtorno Obssessivo Compulsivo), Bipolar ...
alguém escapa?



Por Marise Jalowitzki










A presença, o interesse demonstrado, a aposta nos
 filhos, o elogio dos pais para com os filhos, também
 são ingredientes valiosíssimos!


Por Marise Jalowitzki
29.março.2016
http://tdahcriancasquedesafiam.blogspot.com.br/2016/03/tdah-e-falta-de-concentracao-dicas.html












Honney-Suckle, notadamente para falta de
 interesse nas circunstâncias presentes. Os chamados
 "cabecinha no mundo da lua". 






Parte 3

Por Marise Jalowitzki
12.fevereiro.2016
http://tdahcriancasquedesafiam.blogspot.com.br/2016/02/bate-papo-sobre-florais-ii-valores.html



Floral usado para tratar o TOC - Transtorno
 Obssessivo Compulsivo, por exemplo:
 WALNUT – Juglans régia. 






Bate- papo sobre florais e outros - Parte 2


Por Marise Jalowitzki
08.dezembro.2015
http://tdahcriancasquedesafiam.blogspot.com.br/2015/12/tdah-dicas-de-florais-e-fitoterapicos.html













Essência Larch - dissolve o sentimento de 
inferioridade e o medo do fracasso 





Por Marise Jalowitzki
24.outubro.2015
http://tdahcriancasquedesafiam.blogspot.com.br/2015/10/bate-papo-sobre-florais-de-bach.html





TDAH e Florais - Dr. Edward Bach e o Rescue Remedy

Rescue - Floral das Emergências, do Resgate, para situações de Ansiedade e Nervosismo


02.junho.2015
http://compromissoconsciente.blogspot.com.br/2015/06/rescue-floral-das-emergencias-do.html


Agrimony - Como a planta pode ajudar o ser humano: 




05.março.2015
http://compromissoconsciente.blogspot.com.br/2015/03/tdah-e-florais.html
Linkedin: https://www.linkedin.com/pulse/article/tdah-toc-e-florais-marise-jalowitzki/edit 

"As 38 plantas curam suave mas efetivamente, e como não existem plantas venenosas entre elas não existe nem o medo nem a possibilidade de tomar uma sobredose ou de estar sujeito aos riscos de uma prescrição incorreta."- Nora Weeks, As Descobertas Médicas de Dr. Edward Bach Médico

Leia também, querendo:

Demorou mas veio!!! Brasil se posiciona contra a medicalização de crianças! A resolução estabelece que é um direito de meninos e meninas o acesso a alternativas que não envolvam uso de medicamentos. Viva!






 Marise Jalowitzki é educadora, escritora, blogueira e colunista. Palestrante Internacional, certificada pelo IFTDO - Institute of Federations of Training and Development, com sede na Virginia-USA. Especialista em Gestão de Recursos Humanos pela Fundação Getúlio Vargas. Criou e coordenou cursos de Formação de Facilitadores - níveis fundamental e master. Coordenou oficinas em congressos, eventos de desenvolvimento humano em instituições nacionais e internacionais, escolas, empresas, grupos de apoio, instituições hospitalares e religiosas por mais de duas décadas Autora de diversos livros, todos voltados ao desenvolvimento humano saudável. marisejalowitzki@gmail.com 

blogs:
www.tdahcriancasquedesafiam.blogspot.com.br


LIVRO TDAH CRIANÇAS QUE DESAFIAM
Informações, esclarecimentos, denúncias, relatos e dicas práticas de como lidar 
Déficit de Atenção e Hiperatividade

sexta-feira, 4 de novembro de 2016

Sobre a arte de ouvir e ler




Sobre a arte de ouvir e ler

04.novembro.2016
http://marisejalowitzki.blogspot.com.br/2016/11/sobre-arte-de-ouvir-e-ler.html

particularmente, muitas vezes me chateio muito por fazer parte de uma nação que lê tão pouco (apenas 27% da população declara que já leu livros), que lê, além de pouco, sem procurar entender e pesquisar a fundo, já vai logo comentando e, muitas vezes, até mesmo insultando o texto ou o video ou o livro.
Outro dia assisti um video sobre alimentação e o entrevistado declarou que também não gostava do GOSTO do óleo de coco em alimentos salgados! Não falou que não era bom, que não era saudável...apenas declarou que não gostava do gosto!!! como eu também prefiro colocar apenas nas receitas doces e deixar para colocar o girassol ou o oliva apenas sobre o alimento já pronto... frituras, praticamente não usamos e, quando acontece (só para pipocas) é com óleo de algodão, que é o mais resistente a altas tenmperaturas.
Mas, o grau de xingamentos a que este medico foi exposto nos comentários no youtube foi de amargar!!! E ficou nisso! para cada 20 xingamentos, surgia alguém dizendo: valeu o video!
Onde poderá se formar uma nação que pensa, reflete, decide com equanimidade? moderação? comedimento?
Marise Jalowitzki